tudo é possível na terra do nunca

O Bom do Caminho é haver volta
As cores do Mundo
O Outro Lado
Outras tintas de se pintar um mundo
O Sonho
Magia
Aprazível
Onde em nós a casa mora
Perfumes
A imaginação preenche
Desbloqueador de imaginação
A casa chamada Terra
Céu carregado de bandeiras
Amarelo
Aborrecida com os temas da época
Amor que nunca acaba, continua
Piadas soltas entre tubarões
Tudo é possível na Terra do Nunca
Perdidos na Terra do Nunca

Acordados da preguiça do condicionalismo, estendemos a mão à criança que nos solta, que nos devolve a paixão e a  loucura da entrega total.
Matamos a velha senhora...
Perdidos na Terra do Nunca, deixamos para trás a infelicidade, as escolhas difíceis, as quebras, os saltos, os últimos abraços que nos transportavam pela vida adormecidos.

Perdidos na Terra do Nunca somos agarrados pelas musicas cantadas e dançadas em criança. A imaginação preenche a nossa existência…
Perdidos na Terra do Nunca, iluminados pelo céu colorido tomado pelas bonitas cores das borboletas. Cores que salvam a "Coragem" afogada no rio da "Vida Que Passa".
Perdidos na Terra do Nunca esquecemos o "tempo" e a sua ditadura imposta ...no Futuro imaginamos o Presente que fugazmente se torna Passado.
Perdidos na Terra do Nunca deixamos os "porquês", exploramos sorrisos, cheiros, sons e cores, que se tornam momentos, momentos que nos agarram para sempre…
Perdidos na Terra do Nunca alimentamo-nos de amor. Amor que nunca acaba… continua.

Perdidos na Terra do Nunca os Pais são imortais e as Mães para sempre! E o Mundo? Esse deixa de ser Mundo e passa a ser vida!

 Maisa Champalimaud 2014

veja o meu

FACEBOOK

pegue no

TELEFONE

+351 91 843 06 04